contato@periciaeletrica.com.br | (41) 3011-3611 | Curitiba-PR

Você acha que uma INSPEÇÃO PREDIAL deve ser obrigatória para os CONDOMÍNIOS?

 

Essa tem sido a defesa de muitos profissionais da área de engenharia elétrica. No fundo será que essas pessoas estão mais preocupadas com a sua segurança ou com o quanto elas podem ganhar fazendo laudos de inspeção para uma infinidade de prédios?

Sem contar os ganhos com palestras e treinamentos, através da “construção de autoridade” por ter participado de maneira ativa em uma briga que envolve um jogo político e de interesses.

Recomendo fazer uma rápida pesquisa na internet sobre alguns dos defensores da norma, irá perceber que a grande maioria se beneficia do tema de uma forma ou de outra. Alguns possuem empresas na área e grande influência nos conselhos de engenharia e outras instituições cujo objetivo seria zelar pelo interesse e necessidade da população.

Além disso, para muitos colocar em seu currículo que participou da elaboração de uma norma gera credibilidade, atrai clientes e alunos leigos para treinamentos ofertados pelos mesmos. Vendem o mundo ideal fazendo vistas grossas para realidade do problema.

A criação de uma norma de inspeção predial tem um único objetivo. Abrir mercado para os profissionais das áreas de engenharia e arquitetura fazerem inspeções em edificações.

Atualmente o tema vem sendo tratado com objetivo de oferecer as edificações um único laudo ou parecer técnico multidisplinar para todo edifício. Em resumo, o laudo de inspeção predial tende a contemplar uma avaliação em sistemas elétricos, civis e mecânicos.

 

A inspeção predial NÃO deve ser obrigatória para os condomínios por DOIS MOTIVOS:

 

1º) Tem um foco comercial mascarado através de uma preocupação com a segurança da população. Isso pode ser comprovado avaliando o currículo e o tipo de serviço ofertado pelos grandes defensores do tema. Provavelmente as pessoas que tentarão me processar através de instituições por falar o que muitos pensam mas tem medo estão entre esses beneficiados.

2º) As amplas atribuições concedidas aos profissionais de engenharia e arquitetura para avaliar sistemas multidisciplinares irá aumentar ainda mais o risco nas edificações. Muitos profissionais tem atribuição para fazer projetos e inspeções em outras áreas sem terem adquirido o conhecimento necessário para isso durante a sua formação. Realidade essa discutida a anos na engenharia sem grandes avanços.

 

Maiores causas de incêndios e choque elétrico

 

A grande maioria dos incêndios tem como origem as instalações elétricas de uma edificação. Nos últimos anos esses números tem aumentado, juntamente com os acidentes por choques elétricos. Os motivos são simples:

– A maioria das edificações no Brasil é dominada por profissionais sem conhecimento sobre eletricidade e isso vem provocando esse elevado número de acidentes e incêndios nos prédios.

Na construção civil diversos profissionais podem assinar projetos elétricos e até mesmo fazer inspeção elétrica devido a atribuição que recebem após estarem formados. Alguns são conscientes do seu limite, no entanto, uma boa parcela assume o risco e oferta projetos e laudos de inspeção predial para população sem nenhum conhecimento técnico sobre algumas áreas complementares a sua formação.

Infelizmente já tive que condenar toda instalação elétrica de edificações que tinham acabadas de serem construídas. O motivo é bem simples… Foi feita por profissionais que tinham atribuição e não tinham conhecimento técnico na área elétrica, negligenciando as principais normas de projeto e execução.

Sabemos que grande parte dos engenheiros civis e arquitetos tem atribuição para fazer projeto e inspeção elétrica, no entanto, a quantidade de horas de estudo na área elétrica durante a sua formação é menor do que o recomendado para um eletricista residencial. Na prática a maioria desses profissionais estudam menos de 70h sobre eletricidade e pode fazer o projeto elétrico de um prédio de grande porte. Um eletricista residencial para ser um bom profissional precisa ter uma carga horária de estudo acima de 200h. São inconsistências baseadas em um jogo de interesse e de poder…

Da mesma form, não sensato um engenheiro eletricista querer fazer Inspeção na parte estrutural. Não possuímos base teórica para opinar com segurança sobre o tema, por mais que muitos tenham atribuição.

Muitos podem pensar… Eu conheci no passado um ótimo profissional que tinha essa capacidade. Esses são os pontos muito fora da curva. Precisamos olhar para realidade do mercado e acordar…

 

O interesse por trás da elaboração da norma de inspeção predial (NBR 16747)

 

Infelizmente por trás da elaboração de uma norma técnica e de muitas leis existe um grande jogo de poder e interesse. Muitas pessoas procuram fazer parte dos grupos de elaboração das normas com objetivo de tentar manipular regras em prol dos interesses próprios. Tudo isso com um certo “ar de transparência”, com uso de diversas tacadas estratégicas por baixo dos panos.

Caso a NBR 16747 seja aprovada grande parte dos defensores tendem a tentar influenciar e pressionar as prefeituras e governos estaduais para criarem leis municipais, estaduais e federais, tornando obrigatório a inspeção predial.

Na prática a norma de inspeção predial gira em torno de um único objetivo, ser aprovada com o foco em tornar o laudo de inspeção predial um único documento multidisciplinar.

Já lhe explico quem ganha com isso…

Paralelo a esse esforço vai perceber uma quantidade gigantesca de posts com o tema “Inspeção Predial”, digite no google e irá conhecer os interessados no tema.

Muitos já começaram a divulgar em seus currículos que são elaboradores da norma e que agora fazem treinamentos e podem oferecer serviços com maior valor agregado. Isso gera percepção de valor para os clientes, que por sua vez estão com medo dos acidentes que vem aumentando cada vez mais e irão pagar para terem um laudo feito por esses “excelentes profissionais”.

A visão de muitos apoiadores da NBR 16747 como próximo passo é ir atrás das seguradoras para forçaram elas a exigirem dos condomínios que os mesmos tenha um laudo de Inspeção Predial. Sendo concretizado esse passo o discurso comercial para obrigar os síndicos a fazerem um laudo de inspeção predial seria a oferta do laudo baseada no risco dos condomínios perderem a apólice do seguro em caso de sinistro no prédio. O desespero do síndico para fazer o laudo de inspeção predial irá induzi-lo a procurar um único profissional que faça um laudo completo pelo menor preço. Essa é a realidade do Brasil.

Entre os itens defendidos pelos profissionais que apoiam a norma de inspeção predial de maneira obrigatória, estão:

  • Muro de arrimo;
  • Revestimentos internos e externos;
  • Fundações aparentes;
  • Drenagem do terreno;
  • Instalações de gás;
  • Hidrossanitárias;
  • Instalações Elétricas;
  • SPDA – Sistema de Proteção de Descargas Atmosféricas;
  • Cobertura e impermeabilizações;
  • Sistema de automação;
  • Elevadores;
  • Prevenção e combate a incêndio;
  • Acessibilidade e níveis de ruído;
  • Iluminação, entre outros.

A proposta da norma de inspeção predial em andamento prevê que todos os itens acima sejam inspecionados. Somente um profissional pode fazer esse tipo de inspeção devido as atribuições concedidas. São eles os engenheiros civis que trabalham nessa área.

Na prática raramente esses profissionais irão contratar outros especialistas para avaliarem outros sistemas, isso pode ocorrer em prédios de alto padrão, considerando o risco. Nos prédios de classe média e baixa isso raramente irá acontecer.

Um profissional que estuda menos de 100h de eletricidade não tem a mínima condição de avaliar um sistema de SPDA ou as instalações elétricas de um prédio.

No vídeo abaixo faço uma apresentação para representantes do CREA/PR e APEE e outras instituições sobre o tema. O vídeo repercutiu e chegou ao conhecimento de diversas pessoas que estão elaborando a norma.

Tive oportunidade de enviar o vídeo ao conhecimento da ABNT/CB-002 (Comitê Brasileiro da Construção Civil) para alertar sobre os interesses e os riscos para população em obrigarmos que seja feito um único documento multidisplinar de inspeção predial. Espero ter proporcionado alguma reflexão sobre o tema.

 

A estratégia utilizada para fazer a norma de inspeção predial ser aprovada

 

A grande alegação dos defensores da norma de inspeção predial está relacionada com a falta de manutenção nas edificações. Em muitos casos estimam que mais de 60% dos acidentes tem como origem a falta de manutenção no uso, sem detalhar o problema.

Fato é que o problema na grande maioria das vezes não está na falta de manutenção e sim no uso de materiais inapropriados durante a construção do prédio ou de uma manutenção ou reforma.

Muitas construtoras utilizam cabos desbitolados em prédios aumentando o risco de incêndios. O motivo é simples, de um lado tem interesse em comprar um material de menor preço para aumentarem os seus lucros e do outro lado contratam engenheiros sem conhecimento de eletricidade para ficarem responsáveis pela obra. Se der problema eles são os culpados… Inocentes…

Além dos diversos materiais irregulares, muitas empresas que prestam serviço na área de manutenção elétrica, são gerenciadas e administradas por profissionais sem formação em eletrotécnica ou engenharia elétrica. O fato dessas pessoas não terem estudo aprofundado na área elétrica, considerando a complexidade dos sistemas atuais através do uso de equipamentos complexos, tem colocado em risco a segurança das edificações.

Como empresários que prestam serviço nessa área sem formação em engenharia elétrica ou eletrotécnica não tem conhecimento sobre eletricidade, acabam contratando prestadores de serviço para realizarem obra que também não possuem conhecimento e isso vira uma bola de neve…

São esses mesmos prestadores de serviço que geram o problema que muitas vezes querem elaborar laudos de inspeção predial para garantir a sua segurança.

A estratégia utilizada está em tirar o foco real do problema, mascarar a realidade através de dados superficiais com objetivo de abrir uma nova frente de mercado através do medo gerado para população.

Sei que esse post vai interessar mais aos apoiadores do tema. Minha dica é…

Se não pensou sobre isso até agora pare e reflita sobre a nossa responsabilidade profissional com a sociedade. Caso não tenha isso em você, só tenho algo a lhe dizer… Suas atitudes envergonham a nossa engenharia e o Brasil.

 

Sugestão sobre a inspeção predial

 

Não é uma norma de inspeção predial que irá diminuir o risco de incêndio. Abrir um mercado para profissionais que não tem conhecimento suficiente atuarem nessa área é um grande erro. Em caso de incêndio ou acidente facilmente pode ser detectado a negligência do profissional.

Afirmo sem medo, uma pessoa que estuda menos de 100h de eletricidade não tem a mínima condição de fazer uma inspeção elétrica em um prédio.

Os laudos de inspeção são importantes, no entanto, devem ser desmembrados em laudos separados conforme o tipo de problema que precisa ser resolvido. Elétrico, civil ou mecânico… Devem ser feitos baseado na conscientização da população sobre a importância e não através de uma imposição pautada em interesses próprios.

Profissionais da área mecânica devem avaliar os sistemas mecânicos, os da área elétrica os sistemas elétricos a os da civil e arquitetura os itens associados a sua formação e conhecimento.

Com mais de 15 anos de experiência na área, clientes em mais de 11 estados até hoje não conheci nenhum engenheiro mecânico, civil ou arquiteto que tivesse condições técnicas de fazer uma Inspeção Elétrica.

A justificativa para isso é o fracasso do nosso modelo de ensino que tenta vender oportunidades da entrega facilitada de certificados, instituições e associações com políticos e no outro extremo prestadores de serviço focados somente no seu interesse próprio.

Fora isso, o nosso esforço deve estar em educar a população sobre os riscos, conscientizar e alertar. Não criar uma norma de Inspeção Predial com objetivo de obrigar as pessoas a fazerem o que é importante.

Uma dica, se os maiores defensores da norma estivessem preocupados com a sua segurança eles estariam escrevendo e criando conteúdo educativo gratuito para você. Não só tentando criar dificuldades para vender oportunidades.

Acorda Brasil…

 

Veja também:

7 cuidados durante a instalação do sistema fotovoltaico

Manutenção elétrica em condomínios – Cuidados ao contratar um eletricista

Vistoria elétrica periódica reduz risco de incêndio

Workshop Gratuito sobre Inspeção Elétrica

 

Compartilhe com seus amigos!
Por | 2019-04-22T22:20:19-03:00 abril 20th, 2019|Dicas técnicas|

Sobre o autor:

Daniel Machado Duarte
MBA em Gestão Comercial | Engenheiro Eletricista | Eletrotécnico | Técnico em Contabilidade| . Trabalhou como eletricista de redes de distribuição, técnico de projetos, fiscalização de obras, comissionamento e ensaios de equipamentos elétricos em redes de distribuição e usinas hidroelétricas. Fundou a empresa D&M Perícia Elétrica em 2014 e atualmente presta diversos serviços de consultoria elétrica para empresas e condomínios no Brasil.

2 Comentários

  1. Avatar
    ANTONIO HELIO DE MESQUITA MARINHO 22 de abril de 2019 at 17:08 - Reply

    Falou tudo meu amigo,estou totalmente de acordo.

Deixe um comentário!

Inspeção Elétrica

WhatsApp chat