contato@periciaeletrica.com.br | (41) 3011-3611 | Curitiba-PR

Você sabe qual o valor de uma ART?

 

Nos dias atuais, dificilmente um engenheiro – seja qual for a especialidade – não ouviu uma máxima sobre o valor (na verdade o custo) de uma ART igual ou parecida com esta:

Qual o valor pra você assinar só isso aqui?

Sempre que ouço algo assim, lembro-me do meu primeiro dia de aula na faculdade, onde o então coordenador de curso contou uma anedota.

“Vocês sabem a diferença entre o médico e o engenheiro?”

Naquela altura, por vergonha ou medo, ninguém se atreveu a responder.

 

Uma pequena lição

 

Ele continuou:

“Explico. O médico está trabalhando, fazendo uma cirurgia, por exemplo. O paciente, por algum motivo, morre. Ele olha no relógio e anota a hora da morte. Termina o procedimento e vai pra casa. Vida que segue.”

Um engenheiro por sua vez, faz determinado projeto. Por obra do destino, erra a posição de uma vírgula. Projeto aprovado. Obra concluída. Meses depois uma catástrofe leva a vida de mais de uma centena de pessoas. O engenheiro acompanha a obra que projetou ruir, levando muitos a óbito.”

Após uma pequena pausa, ele fez outra pergunta:

“Depois disso, engenheiro vai pra casa, igual ao médico, vida que segue, certo?”.

Mais uma pausa.

“A resposta é não! Ele vai pra igreja rezar. Um erro pode causar um prejuízo muito maior que o financeiro.”

Uma lição que levo comigo até hoje.

 

O perigo da irresponsabilidade

 

Embora a “canetada” seja algo quase que cultural em nosso país, devemos entender que estamos passando por um período de transição: de tecnologias e de pensamento.

Com relação às tecnologias, precisamos reforçar que a evolução e popularização de equipamentos elétricos tem gerado instalações sobrecarregadas que, por sua vez, tendem a ser inseguras, podendo acarretar prejuízos humanos e materiais.

Já no campo do pensamento, enquanto profissionais devemos, cada vez mais, nos preocupar com a segurança.

Em resumo, não existe canetada que pague a responsabilidade. O dinheiro é sim necessário para nosso sustento e o de nossa família, e o devemos ganhar. No entanto, isso não deve custar o risco da vida de outrem.

Sendo assim, cabe a nós mudar este estigma da insegurança e irresponsabilidade.

 

E quanto custa uma ART?

 

O preço é tabelado pelos CREAs. Embora o valor mínimo seja algo em torno de 90 reais, isso pode variar de acordo com o valor do contrato.

Porém, para saber o valor, vale lembrar o que a sigla “ART” significa: Anotação de Responsabilidade Técnica.

Portanto, somos responsáveis pelo que acontece. E não há responsabilidade mais bela que a de garantir a segurança daqueles que confiam em nós para dizermos se é, ou não, seguro, fiável e viável.

 

Veja também:

Inspeção predial: 2 motivos para REPROVAR a norma NBR-16747

Manutenção elétrica em condomínios – Cuidados ao contratar um eletricista

Quanto ganha um engenheiro eletricista recém formado?

Por | 2020-01-16T14:17:59-03:00 janeiro 15th, 2020|Dicas técnicas|

Sobre o autor:

Avatar
Engenheiro Eletricista, atuou em projetos para empresas como Vivo, Tim, Claro, Oi e Petrobrás. Atualmente trabalha com projetos, vistorias e laudos de instalações elétricas pela TSK Engenharia, sediada em Bauru/SP.

Deixe um comentário!