contato@periciaeletrica.com.br | (41) 3011-3611 | Curitiba-PR

Os cabos irregulares no Brasil

 

Segundo a CBIC – Câmara Brasileira da Industria da Construção, o segmento da construção civil deve crescer 3% em 2020. Conforme a projeção, isso representa um potência de criação de mais de 150 mil empregos.

Um mercado em expansão sempre é uma notícia boa para economia. Entretanto, com a expansão, a competitividade comercial tende a aumentar, aumentando o risco de materiais e serviços ficarem com qualidade aquém da desejável. Um dos materiais que tem se tornado um problema são os cabos elétricos.

A busca por economia nas execuções e reformas faz com quem compre olhe pelo preço, deixando a qualidade em segundo plano.

 

O que são cabos desbitolados?

 

Para que funcionem devidamente, os cabos elétricos devem possuir uma determinada quantidade de cobre para cada bitola (seção nominal do cabo). Essa quantidade de cobre confere ao cabo uma capacidade condução – dada em ampères.

Assumamos, por exemplo, que um cabo de 4,00 mm² conduza 28 A (referência: NBR 5410, Tabela 36. Método B1, 3 cabos agrupados).

Um cabo desbitolado é aquele que não tem a quantidade suficiente de cobre para atender a corrente para o qual ele foi adquirido.

O mesmo condutor de 4,00 mm² com uma quantidade inferior de cobre do que a especificada não conseguiria conduzir os 28 A anteriormente citados com eficiência. Com isso, ele irá esquentar e sua capacidade de condução será comprometida cada vez mais por conta do efeito Joule (quanto maior a temperatura do material, menor a corrente que ele é capaz de conduzir).

 

Como cabos irregulares podem afetar a instalação elétrica?

 

No caso de um circuito dimensionado corretamente, porém executado com material de má qualidade, os riscos são altos. A isolação pode derreter, ocasionando desde um curto-circuito até desencadeando um incêndio na edificação.

Cabos sem isolação também podem gerar choques elétricos nos usuários da instalação.

Além disso, por vezes é difícil identificar os cabos inadequados. A falta de manutenção, a falta de pessoal preparado para identificar os sinais e a necessidade de ensaios em laboratórios para constatar a ausência da conformidade do cabo fazem da prevenção a ferramenta mais eficaz para não cair nos risco.

 

Como adquirir cabos em conformidade?

 

Procurar por cabos com selo do Inmetro, certo?

Errado!

Após uma fiscalização realizada pelo Ipem entre outubro de 2018 e agosto de 2019, foram identificadas empresas que, apesar de possuírem o selo do Inmetro e toda a documentação de certificação para produção, forneciam cabos desbitolados. Algumas outras simplesmente replicavam o selo sem possuir a documentação.

Para se proteger consulte os associadas da Qualifio Associação Brasileira pela Qualidade dos Fios e Cabos Elétricos. É uma entidade sem fins lucrativos de várias fabricantes de cabos elétricos que tem como objetivo prezar pela conformidade do material comercializado.

Uma segunda dica, que vai melhorar – e muito – sua instalação elétrica é: contrate um engenheiro eletricista. Um especialista na área pode ajudar a validar a sua instalação contra erros comuns de execução e checar a qualidade do material que está na sua obra.

E se você está pensando que um engenheiro eletricista pode sair caro, consulte. Provavelmente contratar um bom profissional por hora pode te trazer um investimento acessível, além de uma segurança muito maior em sua instalação.

 

Para maiores informações sobre o tema, acesso os links abaixo:

Gastando muito com energia? Será que seu cabo não é desbitolado?

Fiscalização encontra problemas em 22 marcas de fiação elétrica que podem causar incêndios

Operação “Resistência Elétrica” do Ipem-SP reprova fios e cabos elétricos

Compartilhe com seus amigos!
Por | 2020-01-31T10:47:44-03:00 janeiro 31st, 2020|Dicas técnicas|

Sobre o autor:

Tarik Sakr
Engenheiro Eletricista, atuou em projetos para empresas como Vivo, Tim, Claro, Oi e Petrobrás. Atualmente trabalha com projetos, vistorias e laudos de instalações elétricas pela TSK Engenharia, sediada em Bauru/SP.

Deixe um comentário!

WhatsApp chat